Sobre uma promessa (e um desafio)

emoji rezando

Sempre adorei produtos de beleza. Naturais ou não. Me largue em qualquer farmácia (por mais furreca que seja) e eu vou me divertir vendo todas aquelas prateleiras coloridas <3

Então, quando um problema de saúde (já resolvido, graças a Deus) aconteceu com uma das minhas tias, não tive dúvidas: prometi que ficaria sem comprar NENHHUM produto de beleza até ela se curar. E, 8 meses depois, estou aqui para dizer: eu consegui! E minha tia está curada :)

Foi difícil? Ah se foi! A tentação era grande porque agora eu moro do lado de uma farmácia (enorme e ótima) e, óbvio, pq meu estoque de produtos foi acabando… Tive que apelar para doações de sabonete facial do namorado (que não usa o dele né?) e passei algum tempo economizando pasta de dente e produzindo meu próprio desodorante, mas sobrevivi \o/

E o que eu descobri com esse (mega) desafio? Que, gente, temos muito mais do que precisamos! Tirando o desodorante (comprei o meu queridinho, da Natura, assim que soube da notícia da alta médica porque, putz, tava precisando…) e do xampu (que também economizei o quanto pude e comprei outro logo), ainda tenho creme antirrugas, hidratante, protetor solar, perfumes e tudo mais AOS MONTES!

No meio desse caminho, me mudei para um apartamento maior. Mas fiquei chocada (e elevei bronca do namorado) porque descobri o quanto de coisas de beleza eu tenho! Acho que preciso de umas 2 vidas para acabar com os potes de hidratante imensos que eu comprei nos USA… Na mudança, meus produtos (amados) encheram 1 caixa grande e 1 pequena (e a maioria ainda está encaixotado, provando que não fazem falta). Gente, pra que tudo isso?

Então, por mais que a promessa tenha acabado, continuo na missão de não comprar mais produtos (não essenciais) de beleza. Pasta de dente, desodorante e xampu são exceções porque (tenho uma caixa de sabonetes que ganhei no Natal e) são necessidades básicas para a vida em sociedade né? Mas mesmo esses itens, às vezes precisamos nos controlar para não ter um estoque…

Essa experiência aconteceu em paralelo com a minha (re)descoberta do minimalismo. Sempre curti o estilo minimalista e, quando viajei pra Europa, me encantei com os artistas minimalistas (sim, eu curto aqueles quadros “brancos”, me deixa!). Então agora estou num processo para retornar às minhas raízes minimalistas NA VIDA (porque eu já tive apenas 1 par de brincos – juro).

E vou usar esse espaço para continuar falando sobre esse caminho rumo a uma vida mais simples… Aguardem as cenas dos próximos capítulos!

Um comentário sobre “Sobre uma promessa (e um desafio)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s