Desafio Minimalista #4: Selecione suas roupas

Desabafo: se eu não tivesse postado os 3 primeiros itens do Desafio Minimalista, não saberia nem onde eu tinha parado.

Mas posso dizer que o item nº 4 tem habitado minha vida nos últimos tempos. Talvez porque não consiga terminá-lo. Tô empacada mesmo.

Há algum tempo atrás, li o livro A Mágica da Arrumação, da Marie Kondo. Nele, Marie, uma japonesa especialista em arrumação, explica o seu jeito de arrumar a casa (e a vida): o método KonMari.

Super me identifiquei e concordei com tudo o que a Marie propunha. Até porque sempre fui adepta da eliminação, o 1º passo do seu método. E até usei a sua técnica para escolher que peças manter e que peças guardar com sucesso.

E essa é a parte mais controversa do método: você tem que segurar cada peça que possui e se perguntar: “Isso me traz alegria?” Se o objeto te dá alegria, guarde. Se não, elimine.

coelha

Pra mim, isso faz todo o sentido é o que me incentiva a tentar ser minimalista. Nunca vi sentido em ter muita coisa. Nem em morar em uma casa atolada de troço.

Então, nesse sentido, posso dizer que o objetivo 4 “Selecione suas roupas” está completo. Ou não. Porque eu sempre acho que ainda posso eliminar mais coisas…

E sempre paro no meio! Nunca consigo tempo para terminar a arrumação.

Sim, eu sei que é totalmente nada a ver usar a desculpa de “não tenho tempo”, mas é essa minha melhor desculpa atualmente.

Nunca passo da parte do descarte para a parte de escolher um lugar para cada coisa e depois guardá-las do jeito que a Marie Kondo ensina.

Aí, esse ano, eu comecei a ler o 2º livro dela: Isso me traz alegria. Por incrível que pareça, aprender a dobrar as roupas do jeito certo me fez ter mais facilidade de aplicar o método do que completar a eliminação. Talvez o fato de começar a ver resultados concretos tenha me ajudado a querer persistir nisso.

marie-kondo

Enfim, acho ainda não terminei 100% esse item, mas juro que é um dos meus principais objetivos atualmente. E já vi que é um processo. Então bora continuar!